30 março 2007

Quem sou eu?

Evandro Costa de Oliveira

Idade: 27 anos
Moro: Santo André - SP

Facebook: http://www.facebook.com/evandro.c.deoliveira
Twiter: http://twitter.com/evandro_eco

Algumas coisas:

  • Estudante de Matemática (Universidade de São Paulo - USP);
  • Desbravador (tipo escoteiro);
  • Trompetista e que ama e leva música a sério;
  • Atleta (principalmente correr, ciclismo e esportes de aventura);
  • Vegetariano;
  • Uma pessoa que procura sempre desenvolver-se, alcançar as mais elevadas normas, procurar ser perfeito em todas as coisas, em tudo aprimorar;
  • Com uma forte fome por conhecimento, principalmente no campo da Ciências Exatas e Médicas, Medicina, Teologia, Economia, Filosofia, História e Arqueologia;
  • Autodidata;
  • Desenvolve o própria pensamento, conceitos e opinião;
  • Não puxa saco de ninguém, muito menos de instituições;
  • Quem nenhuma régua humana pode medir, e que todos os modelos de status e indicadores humanos são, no minimo, insatisfatórios para avaliar;
  • Buscando sempre servir ao próximo, à sociedade, ajudando-os no que puder, principalmente em propor desenvolvimento e aquisição de raciocínio e conhecimento e uma norma/padrão melhor/mais benéfico de vida;
  • Busca promover um relacionamento afetivo educativo e sincero com todos;
  • Alguém que sempre busca fazer o certo, pois é o certo a se fazer;
  • Ao mesmo tempo com forte intuição, discernimento, senso crítico, raciocínio lógico;
  • Um cara que fica constantemente tendo muitas idéias, planejando, fazendo previsões e idealizando modelos, para as mais diversas áreas;
  • Um cara que comete muitos erros, passa por diversas decepções, mas que busca aprender com eles e não cometê-los mais;
  • Membro da Instituição Adventista do Sétimo Dia, e sendo um adventista.
Talvez as mais relevantes e diferenciais
“Confiança”, esta é a palavra chave que caracteriza a essência do que move o homem. Quando nos relacionamos, casamos, namoramos, compramos, vendemos, negociamos, ou mesmo quando contratamos funcionários, fazemos uma faculdade, ou curso, investimos...; estamos sempre, sempre, - eu disse “SEMPRE” - baseados na confiança que temos naquilo, seja uma ação ou uma pessoa; até mesmo investimos ou não no futuro dependendo da confiança que damos às nossas perspectivas. Digo que apenas respiramos porque confiamos que não morreremos com o próximo suspiro.

Contudo, no que se trata das pessoas, eu diria que a absurda grande maioria são pessoas que fazem automarketing, se vendem, se impõe como pessoas confiáveis, pessoas que manjam de algo, pessoas que realmente vale a pena você contar, fazer uma amizade, ou ter como funcionário, ou que realmente estão fazendo as coisas, e por aí vai. O que dizer de uma entrevista? Porém, não é preciso ser um Phd para saber que a grande maioria mentem, enganam, pois elas NÃO SÃO CONFIÁVEIS. Mas o que as motivam a isso? Várias coisas: o egoísmo, a ambição, o desejo, nem que seja a própria vida, ou a carência social.
Bem, não é a minha intenção fazer nenhum elogio a minha pessoa, mas apenas informar ao leitor quem é o ser por detrás deste blog. Pois bem, veja bem, essas pessoas são inseguras, mentem, enganam, porque estão ansiosas, temem a miséria, a perda, a vida, há algum tipo de desejo em si. O Evandro é um cara que não é assim. Não encontra razão alguma nessas coisas, muito menos no instinto de autopreservação humana. E simplesmente faz parte da sua essência ser autêntico, verdadeiro e confiável. Eu não enrolo. Eu não finjo. Eu não abro mão de meus princípios, e se abro não me defendo mas me condeno por tal. E realmente, sou alguém que de fato você pode confiar (se for louco o suficiente para confiar num homem). Se eu sei, é porque eu realmente sei e faço bem feito. Se digo que consigo fazer, dar um jeito, é porque eu consigo e realmente faço. Sinceramente, eu odeio enrolar, quanto mais, ser enrolado, ao meu ver é pura perca de tempo. E quando eu não sei, e vejo que é necessário, vou e aprendo - aliás, que facilidade tenho em aprender. Quantos programas e linguagens de computador não aprendi simplesmente sozinho só de fuçar? Hoje mesmo, sou talvez o cara que mais manja de Access, Excel e VBA no meu trabalho e aprendi/desenvolvi isso em pouquíssimo tempo. Omitir? Normalmente eu sou muito aberto, muitas vezes falando mais do que devia. Me empolgo fácil.


Tenho vários planos, se as empresas e ricos procuram por pessoas com idéias geniais, pró-ativas e confiáveis, bem aí está. Porém, como disse Salomão, pode haver um cara que pode salvar uma cidade, mas que ninguém o encontra ou dá ouvidos, talvez, por não ser lá grandes coisas aos olhos.  O que me faltam são oportunidades de desenvolver minhas idéias, e sou meio pessimista quanto a isso. Porém, não consigo ficar parado, então vou criando minhas oportunidades e minhas próprias coisas, a maioria, sem fins lucrativos e de pequena proporção.. Aliás, não sou materialista, do tipo que quer ter dinheiro para poder comprar um carro, uma casa, ter comodidade, luxo, roupas e coisas do tipo, por mim, nem quero dinheiro; apenas me contento de ter uma boa alimentação, tempo e condições boas para laçar-me aos meus projetos e idéias (que só se acumulam) sem ter que se preocupar com recursos para atender as necessidades básicas e os impostos, e suster uma familia caso venha a ter. No meu ver, não é preciso de dinheiro para se divertir com os amigos. Sem dinheiro? Sentar na calçada e bater um papo, não precisa ir a Tangamandapio para isso.


Eu não finjo, não enrolo. O máximo que pode acontecer é eu estar infinitamente enganado. E olha, que ninguém consegue ser tão exigente comigo mesmo quanto eu mesmo - acredito eu. Sou do tipo que chega a ser cético quanto ao próprio ceticismo. Muitos praticam a autopiedade, já eu, o contrário. E o que me dói é ver no mundo, milhões, talvez bilhões de pessoas, enrolando, tentando se justificar, ou convencer-se (e aos outros) que são felizes, ou que realmente merecem estar e continuar vivas entre outros; quando nos olhos vejo: "mentira" (estão perdidas, cegas). Já eu, não me preocupo com isso. Se sou feliz? Não me pergunto quanto a isso, acho egoísta e antropocentrista tal pergunta. Que importa como estou? Que importa meus sentimentos e emoções? (por mais contraditório e que meu corpo queira se rebelar e enfocar por declarar uma coisa dessas) - que sonho seria poder esquecer meu nome! Mas vejo a felicidade como o estado de estar de acordo e promovendo princípios (que nesse blog defendo). Se mereço viver, ganhar o que ganho, comer, beber, ter o que tenho...? É simples, NÃO MEREÇO. E se estou vivo, se respiro, é apenas por uma única razão, que é o de ser um instrumento de Deus para as pessoas, para a sociedade, seja no exemplo, no que digo, no que faço, no que proponho, nas idéias (logo se tal é o único propósito, faço o melhor possível, com todo o zelo); se não me restar mais nada, posso me lançar numa fogueira e alimentar algum esfomeado com minha carne. Caso contrário, me lanço ao suicidio com o maior prazer. E se Deus achar que chegou minha hora de ir para debaixo da terra, que assim seja. Mas enquanto isso não acontece, eu não enrolo que vivo, não enrolo de ser a pessoa de confiança, eu simplesmente sou; pois, não tenho nada a perder, e nada tenho a desejar nesta vida, neste mundo que me prenda - logo, não tenho nada a temer; logo, por que enganaria?


Então, não vou perder tempo. Vou propor. Vou ser profundo. Vou ser autêntico. Ora, vamos conversar, vamos trocar emails, vamos compor, ensaiar, tocar uma música. Vamos nos lançar a projetos. Vamos nos lançar a aquisição do conhecimento. Vamos fazer boas coisas, ferramentas, aplicações para a sociedade. Por quê? Porque é o certo a fazer, e isto basta. Ora, se não estamos aqui para nos relacionar de modo educativo afetivamente, estamos então para quê? Apenas gastar ar, recursos naturais e construir coisas? Que inútil!

Algumas leituras de 2006 para cá:
Religião:
  • Bíblia Sagrada, Almeida Revisada e Corrigida
  • Bíblia Sagrada, Almeida Revista e Atualizada
  • Bíblia Sagrada, Nova Tradução na Linguagem de Hoje [não recomendo]
  • Bíblia Sagrada, Nova Versão Internacional (atual)
  • Bíblia Sagrada, King James (mais como consulta)
  • Caminho a Cristo, Ellen G. White
  • Fuga para Deus, Jim Hohnberger
  • História da Redenção, EGW
  • Fogo do Céu, Michelle Graha
  • Preparação para Chuva Serôdia, B. E. Wagner
  • 95 Teses Sobre Justificação pela Fé, Morris L. Venden
  • Testemunhos Seletos I, II e III, EGW
  • Projeto Sunlight, June Strong
  • Experimento Jesus, Sesóstris César
  • Mente, Caráter e Personalidade I, II, EGW
  • O Tempo do Fim, Roberto C. de Azevedo
  • O Grande Conflito, EGW
  • O Mistério do Amor, EGW
  • Mensagens aos Jovens, EGW
  • Patriarcas e Profetas, EGW
  • Conhecer Jesus É Tudo, Alejandro Bullon
  • O Retorno da Glória, Randy Maxwell
  • Preparação para a Crise Final, Fernando Chaij
  • Conselhos Sobre Música, EGW
  • Cristianismo Puro e Simples, C. S. Lewis
  • Cartas de Um Diabo a Seu Aprendiz, C. S. Lewis
  • A Abolição do Homem, C. S. Lewis
  • Os Quatro Amores, C. S. Lewis
  • Profetas e Reis, EGW
  • Por Que Não Sou Mais Espirita, Maurício Braga
  • Viagem ao Sobrenatural, Roger J. Morneau  (leitura parcial)
  • O Desejado de Todas As Nações, EGW
Biográficos:
  • África - Lembranças de uma missão, Bob Prouty
  • Mil Cairão ao Teu Lado, Maylan Schurch, Susi Hasel Mundy
  • Fuga para Deus, Jim Hosemberg
  • Ben Carson
  • Sonhando Alto, Ben Carson
  • Fogo na Montanha, Norma R. Youmberg
  • Arco-Íris Sobre o Inferno, Tsuneyuki Mohri
  • Prisioneiro de Guerra, L. M. Stump
  • Aventuras na Serra do Mar, Fernando José de Sousa
  • O Menestrel de Deus: Vida e Obra de Anton Bruckner, Lauro Machado Coelho
Ciência e Matemática:
  • Liberte-se, Dr. Sang Woo Lee
  • Matemática Ensino e Aplicação
  • História da Matemática
  • Mystery of Numbers
  • A History of Mathematicos an Introduction
  • A Matemática Grega
  • Eles Criam em Deus
  • A Matemática para Não Matemáticos
  • A Aquisição da Linguagem Matemática: Símbolo e Significado
  • Didática da Matemática
  • Geometria Analitica
  • Álgebra Linear com Aplicações, Anton e Rorres
  • Decisões Racionais em Momentos de Incerteza
  • Álgebra Linear Contemporânea, Anton e Busby
  • Cálculo I e II - James Stewart
  • Cálculo I e II - Guidorizzi
  • Calculus Student Edition - Stewart
  • Estatística Básica
  • Coleção Prandiano
  • A Estrutura das Revoluções Cientificas, Thomas Kuhn
  • Geometria Neutra - Notas de Aula, Prof. Sergio Alves (IME-USP)
  • Apostila de Termodinâmica, Prof. 
  • Introdução a Teoria dos Números, Jose Plinio Santos
Pedagogia
  • Educação - Alguns Escritos, José Mario Pires Azanha
  • A Formação do Professor e Outros Escritos, José Mario Pires Azanha
  • The Concept of Education: 'Ensino e Treinamento', Gilbert Ryle
  • Emílio, Rousseau
  • Vida e Educação: A criança e o programa escolar, J. Dewey
  • A história da educação através de textos: A educação tradicional frente a educação progressiva, J. Dewey
  • Entre o Passado e o Futuro, H. Arendt
  • Counstruir as competências desde a escola, Philippe Perrenoud
  • A Formação do Professor e outros escritos, José Mario Pires Azanha
  • Educação, EGW
  • Mente, Caráter e Personalidade, EGW
  • Didática Magna, Comenius
  • Psicologia Pedagógica, L. S. Vigotsky
  • Vigiar e Punir, Michel Foucalt
Filosofia
  • Sobre a brevidade da vida, Sêneca
  • Cândido ou o Otimismo, Voltaire
  • A Arte da Guerra,
  • Dominando A Arte da Guerra,
  • Mystery of Numbers, Annemarie Schimmel
  • O Capital, Karl Marx
  • Da Tranquilidade da Alma, Sêneca
  • Da Vida Retirada, Sêneca
  • Da Felicidade, Sêneca
  • As Relações Humanas - A amizade, os livros, a filosofia, o sábio e a atitude perante a morte, Sêneca
  • Mémon. Diálogos platônicos, Platão
  • O Mestre, Santo Agostinho
  • Investigações Filosóficas, Ludwig Wittgenstein
  • Filosofia da Ciência: Observação e Interpretação, Hanson
  • The Philosophy of Teaching: 'Ensinando a ser crítico', John Passmore
  • Cristianismo Puro e Simples, C. S. Lewis
  • A Abolição do Homem, C. S. Lewis
  • A República, Platão
  • Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley
  • 1984, George Orwell
  • O Caráter dos Jovens, Aristóteles
  • As Origens do Pensamento Grego, J. P. Vernant
  • Mito e Pensamento Entre os Gregos, J. P. Vernant
  • Preleções Sobre a História da Filosofia, Nietzsche
  • O Outro, Jorge Luis Borges
Economia:
  • Comprar ou Vender, Eduardo Maytsura
  • Axiomas de Zurich, Max Gunther
  • Como Atuar no Mercado de Opções, Bovespa
  • CORE, Bovespa
  • (mais artigos...)
Música:
  • Compêndio da Teoria Elementar da Música, Osvaldo Lacerda
  • Parâmetros Acústicos Subjetivos: Critérios para Avaliação da Qualidade Acústica de Salas de Música, Fábio Leão Figueiredo
  • Sinfonia Titã: Semântica e retórica, Henrique Lian
  • Mahler em Schoenberg - Angústia da influência na sinfonia de câmara n.1, Sidney Molina
  • O Menestrel de Deus: Vida e Obra de Anton Bruckner, Lauro Machado Coelho
Auto-ajuda:
  • Jesus, O Maior Psicologo que Já Existiu, Mark Baker [não recomendo]
  • Como Fazer Amigos e Influenciar as Pessoas, Dale Carnegie
Literatura
  • As Crônicas de Nárnia, C. S. Lewis
  • O Silmarillion, J. R. R. Tolkien
  • O Hobbit, J. R. R. Tolkien
  • O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel, J. R. R. Tolkien
  • O Senhor dos Anéis - As Duas Torres, J. R. R. Tolkien
  • O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei, J. R. R. Tolkien
  • A Volta Ao Mundo em 80 Dias, Júlio Verne
  • Os Miseráveis, Victor Hugo
  • Macunaíma, Mário de Andrade
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis
  • Senhora, José de Alencar
  • Iracema, José de Alencar
  • Rei Arthur, Allan Massie


(Escrevendo um livro e com ideias de vários outros, alguns já com alguns capitulos... mas parado por falta de tempo...)


Obs: Desculpem pelos erros de digitação que muitas vezes irão se deparar. De fato, não sou tão leigo quanto a escrita assim. Mas é que devido a ter pouco tempo, digitar muito rápido (conforme caminha o pensamento que, às vezes, se apressa mais que os dedos); eu não presto muito atenção no que escrevo, mas no pensamento enquanto escrevo; e é comum eu não revisar os textos, logo, vários erros e absurdos. Mas creio que pelo contexto e um pouco de modéstia é possível compreendê-los. Se algo estiver muito estranho, me pergunte.

13 comentários:

Ingrid Oliveira ! disse...

Oi Evandro, cheguei por aqui, ao acaso ! Mais adorei o material ... e pontos em comum [ser adv, matemática ...] e assim vai ! Parabéns ...

Abs

Long disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
_________* Lil Andersen disse...

Quantos livros! Se cada pessoa que fizesse matemática ou qualquer outro curso, que não de humanas, teriamos um português muito melhor no país!
Parabéns pelo blog de excelente qualidade!

Anônimo disse...

Oi Evandrooo..sou o herbert...e qria muito msm a partitura de canto e piano da musica Tudo pra mim tu és..tem como vc me arrumar nao? Me retorne por favor...meu email é herbertgabriel@hotmail.com, me add no msn tbm hgf_herbert@passport.com

A Paz

Bells disse...

Comecei a pouco tempo a estudar violino...
Por acaso parei por aqui, quando fazia umas pesquisas...
Gostei muito do blog!

Gu disse...

Olá Evandro, como vai?! Passei pelo seu blog com o intuito de ler algo sobre trilhas e conhecimentos. Achei mto interessante seu Manual de Nós e Amarras, porém não consegui download.
Vc poderia me enviar uma cópia por e-mail?
Valeu, felicidades

gu_lmello@yahoo.com.br

Gustavø

samuca disse...

Estava procurando uma música do filme "mestres dos mares". que por sinal achei, e achei também seu blog muito bom. bom saber que você é adventista do sétimo dia. eu estou desviado, mas... bom saber que eu possa encontrar um vasto material de pura qualidade!
grato

Emerson disse...

Oi, Evandro. É um grande prazer conhecê-lo. Estou ouvindo a Primeira de Brahms e achei seu blog, que vi ser apaixonante também. Sou melômano e gostaria de convidá-lo a participar de nossa lista de música clássica.

Por favor, venha compartilhar suas experiências conosco. Meu e-mail é emeoliv@gmail.com.

Mayara Verginio disse...

Os concertos da OSSA... *----*
rsrs

Parabéns pelo blog Evandro. Serei leitora fiel. ^^

Aproveitando, conheço sites e canais com download de muitas partituras, métodos e mp3 de diversas obras clássicas. Se interessar.

Deus abençoe.

Angelica Guimaraes disse...

Tirando os livros bíblicos, que não me interessam, adorei a sua lista de livros lidos. Além de cultura, você tem muito bom gosto. Parabéns ! Continue incentivando as pessoas com a sua maneira inteligente de ser e viver. Um abraço !

Ademar Júnior disse...

interessante seu posicionamento.

Fique com Deus!

GritariaH disse...

Evandro, gostei muito do seu perfil. Mas eu gostaria muito mais de saber se você tem a paciência para lidar e/ou ensinar alguma coisa boa para alguém totalmente oposto a você ?

Evandro Costa de Oliveira disse...

Gritaria, o que queres?