04 maio 2006

Cousas Interessantes

Uma Reflexão

"palavras são meu jeito mais quieto de calar."


Ouvi isto enquanto ia para USP, sei lá em qual rádio estava. Mas pense bem nessas palavras. Bem, elas me fizeram refletir bastante. É um poema de sei lá quem. Mas analise bem o jogo de palavras e idéias, que incrivel. Mas a questão mais forte nessa frase é a idéia expressa pela locução "de calar".


Greve de Fome Vira Mania


Após esse negócio do Garotinho de inventar uma "greve de fome", com o intuito de assim, sensibilizar alguem, e convencê-la a tomar uma atitude drástica de colocar as Nações Unidas para fiscalizar o sistema eleitoral brasileiro; pois caso contrário, o Garotinha vai passar muito fome, perder peso, e talvez até ficar doente.
Bem, isso gerou uma certa polemica. Aliás, QUE COISA ABSURDA. A Globo e o SBT está tirando muito sarro disso. Principalmente o Jô Soares e o Nascimento. E com razão.
Porém, isto gerou algumas coisas engraçadas que ouvi aqui no IME. De pessoas ameaçando aos professores, para que eles dêem a nota minima da média (5), caso contrário eles farão greve de fome, e por assim vai. QUE ABSURDO. Não? Haha, bem, se der certo, talvez até que eu poderia tentar fazer isso com G.A. (Geom. Analit.) hehe

Mas a questão faz-nos pensar algo. QUantas são as pessoas que passam fome na nossa cidade? E no pais? E no mundo? E agora, uma pessoa isola-se, de tal forma, a chamar atenção, como se "ele fosse uma vitima, um coitado?"
O que o faz ter mais crédito que os outros? Pelo contrário, ele quando quiser, pode ter uma lasanha na mesa. Mas e os que verdadeiramente passam fome? Talvez, seja, uma verdadeira falta de respeito com Deus ele fazer essa greve de fome, desconsiderar a alimentação que Ele fornece diariamente. E pior! Ele colou um certo "ar" de religiosidade na questão, levando o povo a pensar em "jejum", e como se o cara fosse alguma espécie de "bom cristão". - Que absurdo! Leiam Isa. 58, e veja com os próprios olhos. Ele está totalmente em desacordo com a vontade do Pai.
E mais! Ele está usando isso por fins egoistas, interesses próprios. E talvez, até como um ato de desespero eleitoral, já que suas intenções de votos não andam indo bem. (apesar que essas estatiscas são, no minimo, duvidosas).

É um absurdo. E espero que isso não sirva de exemplo para ninguém. Talvez, um exemplo, do que "não fazer".

Morales x Burguesia Brasileira (Questão da Petrobrás na Bolivia)

A mídia lançou uma bomba nessa questão. Talvez, até muito semelhante com a CNN, após o ataque a Pearle Habor, na IIGM. Fazendo toda a nação brasileira voltarem seus olhos para a Bolivia com raiva, ódio, principalmente para esse indigena chamado por Morales; como se todos os brasileiros fossem roubados, usurpados etc.

É cada uma. E não é que muitos estão com tais emoções.

Eu não estou a favor de nenhum dos lados. De certa forma, talvez, ideologicamente concordo mais com o boliviano, porém, não dá forma como feito. Ou seja, "os fins não justificam os meios."
Mas existem dois lados da moeda. E a TV só fez questão de aprensetar um lado dela, e com uma certa xenofobia.

Tem aquela questão que em Santos existe uma das maiores reservas de gás natural do mundo. Porém não foi furado. Pois os "burgueses" da Petrobras ganham mais com sua industria no exterior, pois o gover boliviano tem que pagar uma taxa pelo uso de tecnologia brasileira ( não me lembro como se escreve exatamente mas é alguma coisa "Royalt").
E isso, ao menos foi citado na mídia. Outra coisa, é que isso, a muito tempo já era previsto de acontecer. E a Petrobras, sabendo, não tomou nenhuma atitude. Mas apenas aguardou, para colocar-se como vitima. E colocou isso para todos os brasileiros, como tais sendo vitimas também.
E outra coisa, se o preço do gás subir, não é porque foi realmente necessário. E sim porque os burgueses e investidores NÃO QUISERAM diminuir seus lucros, e assim, jogam para o consumidor pagar esse défict (se assim podemos dizer).
Outra coisa a se pensar. É que nisso, o governo brasileiro, dependendo de sua atitude, demonstrará qual de fato é seu caráter. Se algo, capitalista (capital, dinheiro, burgueses, ricos e pobres...), ou algo, mais socialista (social, justiça ...). Pois se for social ele tem que apoiar o Morales, como vem demonstrando. Porém, claro, tem que ajustar algumas coisas, pois essa "nacionalização" não foi feita de uma forma lá muito justa.
Também, podemos comparar isso ao ocorrido na independência cubana. Quando tal pais era dominado pelos EUA, e haviam várias industrias americanas ali "explorando o pais", (como o Brasil a Bolivia). - não vá pensar que a Petrobras tratava justamente os trabalhadores bolivianos, no máximo dava uma "esmola" daquilo que realmente mereciam- e então Saddan subiu ao poder e nacionalizou, semelhante ao Morales, as industrias americanos. E depois teve o "Boicote Economico a Cuba", na qual os EUA proibiu que qualquer pais comercializa-se com ele. Mas tal teve por pouco tempo a ajudar da URSS, como na Crise dos Misseis. Mas logo a URSS faliu, e então, hoje a Cuba é o que é. E, o Brasil, de acordo com a mídia, tem a tendência a tomar o mesmo caminho do EUA. Lamentável. A ruina do caráter da nação brasileira. E com aquele sonho social que todos os latinos-americanos possuem.
Porem, outra coisa a se pensar, é que o Morales não aparenta fazer isso em favor da nação. Pois não teve um planejamento estruturado para essa nacionalização. Tanto que os trabalhadores e aqueles que indiretamente vivem da Petrobras, estão sem ganhar nada, e reclamando do governo. Ou seja, tudo leva a pensar que tal ato não passa de uma atitude de caráter "populista", mas num populismo meio que "enganista", de enganar o povo edcondendo os verdadeiros "intuitos" do governo. E talvez, podemos até fazer um paralelo ao governo Lula. Pois tal, representava de certa forma, um governo populista, e de carater socialista. Mas que ate agora não fez NADA DISSO. Apenas "algumas declarações a atos" afim de enganar ao povo.

São diversos os angulos que podemos observar a questão. E inteligentemente, uma pessoa em busca da justiça, fica imparcial na questão. Não se pode apoiar nenhum dos dois lados. Pois nenhum possuem justificativas, vamos assim dizer, "justas mesmo". Não naquilo que as "leis do mundo" dizem ser justo.
Mas o pior de tudo é ver pessoas totalmente "tomadas como fantoches" da mídia brasileira. E possuem a emoção que foram "assaltados", que o Brasil todo foi prejudicado. E também a pensar no Brasil de forma "EGOISTA", como, "tudo em função da riqueza do Brasil". De certa forma, algo semelhante que o EUA fez e faz. Não conseguem ser parciais, analizar os dois lados. E nem pensam, que se alguem assalta verdadeiramente o povo, esse alguem é o Estado. E nem preciso fazer um discurso dos motivos. E como!
E agora, "unem-se" ao Estado, como se os dois fossem "uma só carne" e prejudicados etc. E de fato, pensem um pouco. Se tal fato fosse realmente mexer bruscamente no bolso da plebe brasileira, será que haveria esse "terremoto" no Estado, na mídia?


Pensem e analisem na questão, olhando bem os dois lados. De forma parcial. E faça a sua opinião. E não seja mais um fantoche da mídia. Como um barco sem vela no alto mar, que vai junto as ondas.




Prova de que x"0" (elevado a zero) = 1


Por falta de recursos do blogger, notaria qualquer potência, como "a" (para a = alguma coisa (qualquer número)). E sendo a potencia sempre após sua base correspondente.

Talvez, a maioria das pessoas apreenderam que qualquer numero elevado a zero é igual a 1. Mas, por quê? E, provavelmente, a maioria não sabe ao certo o porque disso. Antes eu achava que era alguma falha matemática e invetaram essa regra apenas para "balancear a coisa", ou seja, para corrigir uma falha, algo assim, e pra que no final, o resultado desse certo. Mas não é bem assim, a coisa tem uma prova muito simples, muito fácil mesmo, talvez todos sabem fazê-la mas nunca pararam para resolver. Então, lá vai.

Mas antes lembremos de algumas regrinhas de potência:

Quando multiplicamos dois numeros iguais e de potencias diferentes ou iguais, conservamos a base e somamos o expoente, traduzindo na prática, temos:

a"n".a"k" = a"n + k"
e
a"n".a"-k" = a"n + (-k)" = a"n - k"

lembrando que: a"-x" = 1/(a"x")

Então, com essas regrinhas bem fixadas, vamos resolver.

b"0" = b"y - y" já que y - y =0

--> b"y + (-y)" = b"y".b"-y"
--> b"y"/b"y"

Ou seja, chegamos numa fração de dois números idênticos, por exemplo:

1/1 ou 2/2 ou 3/3 ou 4/4 ou -5/-5 ... = 1

E assim provamos que:

b"0" = 1

Bem simpes, não? E, as vezes, os professores se enrolam todo para explicar isso aos alunos.

5 comentários:

Ana Lígia disse...

"se alguem assalta verdadeiramente o povo, esse alguem é o Estado"

Opa, senti um tom anarquista? hoho ou é neoliberal?!

Evandro disse...

O que mais rouba, verdadeiramente é o estado. E o que mais explora e destrói, as corporaçÕes.

...

Mas o Estado não digo a instituição, mas as pessoas que fazem parte desta. Se fosse, como no inicio, no original feito pelos atenienses... ai seria algo JUSTO.

Mas aquela democracia, hoje é um MITO.

E o Bush é quem defende a democracia... comico, não?

Ana Lígia disse...

Acho que nunca soube ou vivi em época de democracia. A legítima, claro.

Ana Lígia disse...

Vai escrever sobre a violência em SP?

Evandro disse...

Acho q vou, mas só no fim de semana. Também vou colocar algumas outras curiosidades, talvez uma hj se der tempo aqui no IME.