25 março 2006

Reflexões


Bem, lá vou eu:

Para variar eu estava muito pensantivo, na semana... e principalmente na sexta e no sábado; para com várias coisas... deixe eu vomitar algumas.

USP
Eu percebi que estava sendo um grande tolo e ingrato ao meu Deus. Pois eu sei que foi apenas por Ele que eu entrei na mais cobiçada Universidade do Brasil. E para quem conhece a minha história, como foi meus anos de cursinho e, sobretudo, o ano passado, sabe muito bem que foi por Ele.
Confesso que fiquei um pouco assustado de inicio com o desafio - pois foi uma recaida; pois a faculdade, o curso é muito puxado e dificil. Para quem pensava que após o cursinho tudo ia ser molesa, bateu a cabeça e acordou.
E no fundo, agora vejo e sinto uma enorme gratidão. Pois tudo deu conforme a vontade dEle, eu sabia que era tal, e mesmo assim desconfiei, prestando vest. para Unesp e FSA, as quais também passei. E agora percebo, o quão grato devo estar, ver quantas pessoas tentaram e não conseguiram. E que tenho que aproveitar, honrar, mandar a ver etc. E ser um grande instrumento ali.

Uma questão que me encucou um pouco. É que alguns estão me idolatrando em pequeno grau, por ter feito essa façanha. Ohh, o cara faz USP etc. O cara passou na fuvest... ohh!! - Tipo, eu não mereço NENHUM - repito: NENHUM - elogio. Os méritos são todos e unicamente dEle.
A matéria do cursinho, acredito que já devo ter esquecido uns 50% de tudo. Pois aquilo não é ensino, nem apreendizado... mas uma "arma" que se usa no vestibular, e que as balas perdem a validade alguns meses após.

pessoas da USP
Eu fiquei um um tanto inconformado com uma coisa que reparei nesse pouco tempo. A maioria, tipo 90% ou mais, do pessoal ali da USP não mereciam estar!!! E é sério...
Tipo, a maioria são filinhos de papai e não precisavam de uma publica.
E a maioria tem aquele "carater de garoto colegial". Tipo, não querem estudar, prestar atenção na aula. Mas sim, ficar de zueira, copiar a lição, fazer trabalho de ultima hora. E quando chegar a prova, estudam apenas para passar nela. E assim vai. O extase deles são as "cervejadas", sair para zuar, beber, shows e coisas do tipo.
Não consegui ver ainda nos olhos de ninguém, estar fazendo o seu curso de coração. Para um bem maior. Mas apenas vendo um claro egoismo em querer se dar bem na vida, ganhar uma bolada de dinheiro, meio que sem muito esforço... para ficar CURTINDO a vida.

Lamentável... deveria colocar uma avaliação mental também na Fuvest... seria muito legal.


Minha vida ultimamente
O grande problema na verdade é que estou negligenciando as meditações matinais da Palavra de Deus. E isto está gerando uma série de outros problemas. Um efeito dominó, uma reação em cadeia... na qual eu poderia ir muito longe descrevendo-a. Mas tal não é importante, pois curando a causa, o efeito some.
Porem, tenho usado várias desculpas incábiveis, dizendo: a faculdade é muito puxada; não tenho tempo; fico o dia todo estudando etc. - Mas como usar tais desculpas, sendo que devo colocar Deus em primeiro lugar... isso acaba com qualquer desculpa.

Outras questões tem melhorado e muito. Muitas bênçãos mesmo do Senhor, verdadeiros presentes. OS quais ficaria horas digitando. Pois tudo está claramente com um TEMA, a minha vida possui um TEMA. Assim, não faço parte da maioria da população que vive apenas de MOMENTOS, porque não tem um tema na sua vida. E sim, sua vida é feita de várias fitinhas de tempo, e elas só querem aproveitar o momento, e assim fazem escolhas equivocadas e precipitadas, depois colhendo aflitas consequencias.

Algo que estou muito encucado é com os desbravadores. Pois por causa desse periodo de atrofia espiritual, perdi o discernimento necessário para saber que atitude tomar diante do clube: Saiu, fico, pego no pé, vou para outro etc. - e até tomar conhecimento do ideal...

Minha mente
Por muitos lados ela anda melhor do que nunca, como na matemática. Está se desenvolvendo e trabalhando legal quanto ao raciocinio. Porém, estou ficando bitolado nisso. Estou com dificuldades para lembrar da História, Geografia, Literatura, das poesias, entre outras coisas. É como se estou deixando essas partes de lado e apenas colocando uma. Isso é péssimo! POis deve haver um equilibrio entre todas as faculdades mentais.
Porem estou com ótimas expectativas, que logo superarei essa fase de "descontrole". Porque todas as MUDANÇAS requer uma "rebelião", a qual traz alguns riscos, descontreles, desestabilidade... até que se ajeite as coisas no lugar. Então minha vida voltará ao equilibrio. E estou andando na fé para que isso ocorra o mais breve possivel.

Auto-filosofia
Estou chegando à uma conclusão, que ficar pensando em minhas ações, como tentando trazer meu passado para o presente. Não é nada bom. Claro que devo me auto-reconhecer, mas isto não implica, a ficar vivensiando mentalmente o já passado, mas sim apenas fazer um estudo de tal eventos e tirar proveito, lições, para fazer de tais "o triunfo".

Até dois minutos estava decidido a falar de algumas pessoas. Porem, vi que o que diria não ia ser de acordo com a prudência. Então apenas vou dizer do feito das pessoas e não delas.
Fico inconformado de como as pessoas não tomam o minimo de cuidado em suas expressões em palavras. Tão sutis, mas que proclamam mensagens satânicas, até no meio do culto! E outras vezes demonstrando um lago de ignorência. Deveriam pensar muito mais. Os termos, as palavras usadas, cada detalhe... carrega uma abundância de coisas implicitas e ocultas, que faram muita diferença.

É como um PONTO qualquer. Se você analisar por um outro angulo o ponto, ele na verdade se tornar uma reta, e se vc ver a reta por um outro angulo vc encontra um plano alfa, com n retas, pontos, e conjuntos numéricos, que na verdadeu tende ao infinito.
E tudo isto pode estar na simples forma como você cumprimenta uma pessoa.

Continuação...
Ao estudar um capitulo do Grande Conflito, não me recordo qual dentre esse conjunto = {31, 32, 33} percebi uma grande coisa, e uma grande reprovação. Que é quanto a associação com os ímpios, as más companhias, a confratenizar-se com eles e em suas atividades. E a primeira coisa que venho a minha mente foi o "poker", que eu estava jogando lá na Van, tanto que fizemos primeira e segunda divisão, e eu até ontem era o lider da primeira divisão.
Veja as seguintes passagens:
"Satanás bem sabe que todos quantos negligenciam a oração E O exame das Escrituras serão vencidos por seus ataques." - EGW, Grande Conflito, pag. 296 (ed. condensada)

"QUem quer que resista à tentação, suscitará a ira de Satanás. Cristo e Satanás não podem harmonizar-se. "Todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus, serão perseguidos." II Tim. 3:12. - pag. 288

"Por que Satnás não encontra maior resistência? Porque os soldados de Cristo têm tão pouca comunhão genuína com Ele." - pag. 288

"Quando os cristãos escolhem a sociedade dos ímpios, expõem-se à tentação. Satanás esconde-se das vistas e estende sobre os olhos deles o seu véu enganador." pag. 289


- interessante, a principal passagem agora não encontro.

Saindo desse ponto, relatarei uma analise que agora consigo perceber tão facilmente.
Repare as pessoas.
Veja os olhasres delas.
A expressão, fisionomia.
Repare bem só de olhar.
O que elas refletem?

E pude perceber uma grande generalização de "egoismo", "vaidade"... mas PRINCIPALMENTE, sobretudo, de "infelicidade e vazio". Repare bem. Elas possuem um certo sentimento de ignorância. Outras talvez pessoas bem "lapdadas", porem, ainda assim, "infelizes e vazias".
Me recordei disso quando ouvi aquela musica do Arautos do Rei "Busque a Jesus"...

Cada dia posso ver
perceber em seu olhar
as pessoas tão vazias
cheias de pesar
...
Vivem cada vez mais sós
morrem sem amor
Um sorriso esconde a dor
só Jesus o vê.
..
coro.

Então eu fiz uma experiência, comecei a reparar mais no olhar das pessoas e fisionomia. Na maioria você percebe claramente "enfermidade", falta de saúde, sendentarismo, ansiedade, indisposição fisica. Mas olhando no olhar delas, não conseguia ver paz, confiança plena, sem medo; aquel TCHAN que demonstra que a vida dela está em plenitude e que ela poderia morrer tranqüilamente.
Aquela pessoa que não precisa de experimentar um doce para se sentir melhor. Aquela que não precisa usar uma roupa nova, um ter um cabelo bonito, para sentir-se plenamente satisfeita com seu corpo. Aquela pessoa que alguem pode tirar tudo que ela tem e mesmo assim ela fica em paz. Aquela que mesmo que surge uma dezena de ladrões para matá-la, não teme. etc.

Ai outro dia vendo TV, olhava para as pessoas, e nenhuma possuia o "coração cheio", pelo contrário, "vazios". E sentiam uma carência de "fama, dinheiro, beleza..." como se tais fossem o que está "faltando" para encher o coração. Quando na verdade, estava faltando TUDO. E elas não possuiam nada além de "ar". - num sentido que apenas algo sólido poderia preencher.
Olhei nas ruas, e percebi um olhar mais generico de "estou correndo atrás de algo". Mas atrás do que estão correndo? (ansiedade, intereces, problemas...) E se podia ver claramente um olhar de "pressa, ansiedade e preocupação"; e em alguns casos "uma certa depressão quanto à vida", desesperançados.

Em fim, conclui que o mundo está ENFERMO. Doente. E não só fisicamente, mas de coração (mente) e de espirito. As pessoas estão virando um verdadeiro bagaço de mixirica. Algumas tentam disfarçar com alguma espécie de tratamento. Podendo ser estético, ou atividades alternativas como yoga...
E na verdade, o que falta para eles é Jesus. Pois como diz a Palavra: Aquele que não crer nEle não conhecerá "a vida".
Ou seja, na verdade, a maioria das pessoas não estão VIVENDO, mas sim MORRENDO. Não possuem um plena vida! (uma saude e plenitude total do corpo, da mente e do espirito), mas apenas, "caminhão para a morte". E estão procurando nessa "trilha da morte", alguma "arvore que dê frutos". Ou seja, ali, estão se alimentando de frutas mortas, como se tais fossem dar-lhes vida.
Sendo que o caminho da vida. Onde possuem aquelas arvores majestosas e repletas de frutas vivas e deliciosas, aquelas que só de bater o olhar já sasia a alma... estão numa trilha totalmente paralela.

E pude ver, felizmente, que eu estou nesse caminho. Que eu possuo vida. Não tenho medo. Não tenho ansiedade. Estou sempre tranquilo e calmo. Paz, alegria. Meus pais podem estar se matando e mesmo assim, eu estou feliz. Pode estar tudo de errado na minha vida externamente. Mas eu estou em plenitude e perfeita felicidade. Simplesmente, por causa dessa "fonte de água viva" que é o amor de Deus... ele dá tanto tanto, mas tanto, que transborda e jorra para fora. E é assim a minha vida. Estou tão lotado por dentro desse amor, que nenhuma influência má, contrária ao amor, consegue entrar dentro de mim porque já estou lotado; não tem espaço.

E aquilo que mais me intriga no momento é que percebo aquele olhar vazio em muitos amigos meus, pessoa que eu gosto muito. Mas quero que eles também participem da vida. Que sintam na pele a felicidade, a bênção, a plenitude que é " ter vida", estar vivendo; e não morrendo. - Porém para isso, é preciso apresentar-lhes Jesus. E eles devem aceitá-Lo. Pois ELe é a fonte de tudo isso! E sem Ele não tenho como dar essa "vida" para tais. Porem, para aceitar a Ele é preciso renunciar a si mesmo, porque a "sabedoria humana" faz o homem querer caminhar na trilha da morte; quanto que a de Jesus faz querermos caminhar no "caminho da vida". E o problema é este, a maioria não está disposto a renunciar a si mesmo.

É loucura, simplesmente loucura! Trocar a vida pela morte.. apenas para ter uma vida infeliz.

Mas como colocar isso na cabeça deles? Como dizer-lhes que aqui é muito bom - muito bom é pouco - é TUDO!!! - De tal modo que eles escolham trocar de caminho?

Como disse Pedro: "Mesmo que eu fosse morto, mesmo que Deus me matasse, mesmo que o mundo todo se revolte contra mim, mesmo que eu fique doente e morra, etc. Mesmo que a pior coisa do Universo aconteça com ele. Ainda assim compensa caminhar no caminho da vida." Porque é bom demais.


E aindei pensando. A melhor maneira disso é o testemunho. E as pessoas conseguirem ver essa PLENITUDE em mim. E assim desejaram tal. E percebi que muito, mas muito mesmo tenho que mudar, no meu comportamento, palavreado, na maneira como analiso as coisas, e até nas coisas que posto aqui no blog.

...
Um momento que achei muito intrigante foi na van, voltando da USP, onde estava passando a final do BBB. Eu não me conformei no que vi. As pessoas ligavam para isso e aquilo. Olhavam para a TV, como buscando um exemplo, ou algo com o que se "identificar". Ou seja, "um ar que preencheria o vazio".
E logo depois que acabou? Que aconteceu? Nada! - Assustador não. QUanto tempo perderam, e dinheiro... para no final, na ter colocado nada no coração além de ar.
E logo depois, foram jogar poker. Pra quê? Pro tempo passar. Por quê? Porque é um tédio não se distrair com algo enquanto se caminha para a morte. Pois não possuiam um altruismo tamanho que podiam sentir em plenitude, felicidade, gozo... simplesmente, parados, pensando, ou refletindo na vida... ou simplesmente, aguardando 2h para chegar até em casa, sem nenhuma distração.

Pois quando não se tem com o que distrair. Elas abrem a porta do seu coração, e percebem que ali não possui nada além de ar. E assim ficam TEDIADAS. - Difererentemente, eu posso estar na pior situação que for, como mês passado, deitado numa maca no hospital, sem ter nada com que distrair a não ser olhar as gotas do soro cair por aquele fio e entrar em minhas veias. E mesmo assim, me sentia muito bem (menos fisicamente), cheio de paz e gozo pois abri a porta do meu coração, e reparei que a dispensa estava lotada, e quase que caindo pra fora de tão cheio!



Não consigo pensar em outra coisa. E essa é a minha finalização: "Experimente caminhar no caminho da vida. Te garanto que não irá se arrepender."

2 comentários:

Ana Lígia disse...

Até qdo vou comentar no seu blog? Não sei. Por enqto posso.
1º- Parece que o homem ñ se contenta c/ o que tem. Vc passou na univ. mais cobiçada, no entanto se sente prejudicado pela correria. Mas é questão de tempo, logo vc encaixa os horários. E Jesus entende que até vc ñ estabilizar 100% ñ vai poder se dedicar a Ele como antes.
2º-Univ. pública é p/ pobre. Mas pobre tem acesso a estudo base de qualidade? NÃO! Vc teve cursinho, e o resto? Então a pública fica p/ quem tem grana mesmo.
3º-Tem como "arrumar" a mente sem fazer bagunça? Ñ, a "rebelião" de pensamentos é o 1º passo p/ se chegar a um consenso.
4º-Obrigada por ontem :)

Evandro disse...

Hahaha... digo: Elementar.

Pra falar a verdade eu ainda tenho que terminar de fazer essa postagem "Reflexoes". Acho que não estou nem na metade. Mas no tive tiempo.