08 dezembro 2007

O Justo Viverá Pela Fé

Quantas vezes, você, eu, sobretudo os "cristãos" já não ouviram e repetiram essas palavras do apóstolo, de que o justo viverá pela fé? A idéia clara desse verso todos compreendem. Contudo, tão poucos sabem o que quer dizer "viver pela fé".

Mas, aliás, o que é viver pela fé? Você pode olhar no corpo de doutrinas da sua religião, pode procurar na Bíblia. Pode ouvir as mais incríveis verdades, conhecer detalhadamente cada doutrina, profecia bíblica entre outras curiosidades teológicas. Mas a pergunta continua: "O que é viver pela fé?"

Eu me preocupo, muitos se preocupam, por ver estampado na face, no caráter, no testemunho da grande maioria dos professos cristãos a frase: "Vivo uma religião; mas não Cristo vive em mim". Isso é preocupante, pois as pessoas, em geral, mal sabem o que é fé; portanto, tão pouco sabem o que é viver por tal.

Mas o que isso significa? EGW, faz o seguinte comentário:
"As dificuldades que temos de enfrentar podem ser muito diminuídas por aquela mansidão que se esconde em Cristo. Se possuirmos a humildade de nosso Mestre, podemos nos sobrepor aos menosprezos, às repulsas, aos aborrecimentos a que estamos diariamente expostos, e estes deixarão de nos lançar sombra sobre o espírito. A mais elevada prova de nobreza num cristão é o domínio de si mesmo. Aquele que, em face de maus-tratos ou de crueldade, deixa de manter espírito calmo e confiante, rouba de Deus Seu direito de nele revelar Sua própria perfeição de caráter. Humildade de coração é a força que dá vitória aos seguidores de Cristo; é o penhor de sua ligação com as cortes do alto." – Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 301.

Sabe onde é, principalmente, que vê se se alguem vive pela fé ou não? Quando a dificuldade acontece. Quando vem o pior, um cristão verdadeiro, que vive pela fé, naturalmente, há domínio próprio e humildade. Mas o comum hoje, é ver pessoas vivendo uma "aparência cristã" até o momento H. Pois quando tal chega, se vê muitas vezes, as mesmas atitudes das pessoas que não entregaram suas vidas a Cristo. E isso é lamentável, pois qual o testemunho transmitido?

Reflita no texto abaixo, extraido do livro "O Retorno da Glória" de Randy Maxwell:

"Meus amigos, nossa religião é insuficiente para nos transformar. A religião nunca transforma. Tão-somente o relacionamento com Jesus Cristo nos torna novas criaturas por dentro e por fora.
Sem um relacionamento comprometido com Jesus, em que Ele é o tema supremo de nossa fé, colocamos a cultura sobre a confissão, a etnicidade acima da ética e raça adiante da religião. Num apaixonado sermão pregado na Seabrook SDA Church, no dia 22 de novembro de 1997, o Pastor Wintley Phipps fez esta surpreendente declaração: "Muitos cristãos que dizem ser Jesus Cristo o motivo principal de sua fé frenqüentemente não conhecem a si mesmos, e não percebem que o tema principal de sua fé não é Cristo... Eles só descobrirão isso quando entrarem em crise."
(...)
A razão é que nos conformamos com um evangelho poderoso bastante para salvar, mas fraquíssimo para reconciliar. Não permitimos que a mensagem do novo nascimento nos transforme em novas criaturas (ver II Cor.5:17). Na crise, o verdadeiro sistema fundamental de crença veio à tona e ele não era Cristo"
(p. 114)

A questão principal não é se você é adventista, católico, batista, luterano. Mas sim, qual é a sua razão de viver. Por que nesse momento você está vivo? Por que você está respirando? Por que você está lendo isso? Por que você está na Internet agora? Por que você fez o que fez hoje? Por que você vai acordar amanhã? Por que você vai falar com seus amigos? Por que você vai ligar a TV, ler um livro, ver tal filme, fazer tal atividade? Por que você vai dormir? Por que você vai comer determinada coisa e de tal modo?
Por que?
Por que?
e por que?
Se para tudo na sua vida, se para cada pensamento, palavra, ato, ação, plano, projeto, atividade, sentimento, intenção, conversa, a resposta não for unicamente "Cristo Jesus". Então saiba, que está vivendo uma religião, e não pela fé.

É triste ver cristãos que não pensam em Jesus. É fácil ver, a qualquer hora pode-se ver em sua igreja. Ali no corredor, a pessoa começa a falar de futebol, novela, e não de Jesus Cristo, ou algo que este lhe orientara a dizer. É uma "religião" e não uma "vida". É um mero hob, vamos assim dizer; quando na verdade Jesus deveria ser simplesmente tudo, a sua vida.

O que é viver pela fé? Faço das minhas, as palavras de Jim Hohnberger:
"Se meu Deus disser para você: "'Evandro', você não vai para o Céu."
Se meu Deus disser: "Não há Céu".
Eu ainda serviria a Deus hoje.
Eu não sirvo a Deus por um prêmio.
Eu O sirvo porque O amo.
Eu amo a Deus porque quando O odiava e tomava Seu nome em vão, Ele morreu numa cruz, entregou a Sua vida por mim; Quando eu era ainda um pecador, quando eu não tinha nada a ver com Deus, Deus me procurou, e Ele me disse: "Evandro eu não vou deixar você ir. Eu estarei ao Seu lado, até que Eu consiga ganhar de você seu amor"
Eu não amo a Deus porque vou para o Céu.
Minha motivação é porque EU AMO MEU DEUS.

Portanto, fé envolve:
1. a Palavra de Deus
2. a entrega da sua vontade
3. dependência de Deus
4. é motivada pelo amor

Será que você caminha com Ele a cada dia? Porque Ele caminha com você a cada dia.
É o evangelho de Jesus Cristo, que lhe traz poder para "salvar de você mesmo", poder para "caminhar com Deus". Se você não consegue viver esse evangelho na sua casa, tudo o que você tem não passa de religião.
(...)

Satanás sussurra num ouvido.
Deus sussura notrou ouvido.
A fé me faz buscar a Deus e dizer: "Deus, livra-me de mim mesmo"
Você sabe quantas vezes tenho que ser salvo dessa maneira?
Acredita que preciso ser salvo dessa maneira a cada dia? Eu acredito que preciso ser liberto dessa maneira cada vez que abro a minha boca. Cada vez que abro a minha boca eu preciso de meu Deus." (sermão feito no UNASP)

Viver pela fé. Não é apenas CRER, mas VIVER a promessa e o evangelho de Jesus Cristo. Não é apenas crer e viver a maravilha do plano da "salvação" e do maravilhoso perdão de Deus. Mas também o evangelho da transformação. A promessa que Deus disse que transformaria numa nova criatura, que resgataria o Reino de Deus.

Se sua vida, chega somente até o evangelho da salvação. Mas não chega ao evangelho da transformação. Da transformação dos hábitos. Do cárater. Do "fruto do Espírito". Da vontade. Do temperamento. Dos gostos. Do que você lê, assiste, ouve, vê. Do que faz, do que quer fazer. Das suas palavras e ações. Então saiba que é um pseudo-evangelho. Não se engane. O tema da sua vida é apenas uma religião, uma aceitação subjetiva. Pois quando realmente você coloca Cristo como o tema da sua vida. Tudo muda. Pode cair o mundo, você não abandona Jesus, pelo contrário. Nada realmente vem a te abalar a não ser o que ocorre entre você e Deus. Pois segundo o Pastor T. D. Jakes: "Se você tiver um problema que o homem pode resolver, você não tem um problema." Contudo, antes de fazer suas conclusões dessa frase de impacto, lembre-se do que Jesus nos fala: "Acaso, para o Senhor há coisa demasiadamente difícil?" (Gên. 18:14)

Você não apenas deixa de viver, mas Jesus ressuscita.

Sabe o que acontece quando se vive pela fé? Sabe o que é viver pela fé?
Vou te contar, caso nunca tenha passado por essa experiência:
A cada manhã, quando você acorda, a primeira coisa que você pensa é Jesus. Você logo faz aquela oração ansiosa, pois você passou uma noite inteira dormindo, sem falar com Ele. Após, você fica sedento de ouvir Jesus. E logo pega a sua Bíblia, e como um morto de fome, se alimenta com o maná do Céu. Após isso, fica tão maravilhado com as palavras de Jesus, que seu coração transborda da alegria, de vontade de louvar Jesus, e então entoa hinos de louvores a Jesus. Depois você conversa com Ele novamente, dizendo que gostaria de passar mais tempo assim tão intimamente, mas que as atividades do dia-dia esperam por você, e pede para Jesus estar convosco todos os instantes, te alertando e constantemente comunicando com você. De modo que lhe diga o que dizer para os amigos, os desconhecidos que encontrar, os familiares, os aflitos... E por assim vai o dia todo. E a "cada instante" você ouve, constamente, de forma clara, Jesus sussurando no seu ouvido - e não há dúvidas que a voz é de Jesus - "faço isso", "não faço isso", "sim", "não", "esse", "aquele", "não veja isso", "entre nesse link", "vá em tal lugar", "não escute isso", "ouça isso", "não coma isso", "coma aquilo", "fale isso para aquela pessoa", "opa! isso é armadilha de Satanás"... é assim o dia todo, no banheiro, na cozinha, na sala, no carro, na calçada, na rua, no elevador, no prédio, no escritório, na escola, na faculdade, no trabalho, no onibus, no metro... E antes de dormir, novamente você quer falar especialmene com Jesus. Fala com ele sobre todo o dia, por tudo o que passaram juntos, pelas dúvidas, provações, vitórias, entre outros. Não se contenta com isso. E novamente quer ouvir suas palavras especiais, e lê a Sua Palavra. E depois, fala novamente com Ele "Olha, gostaria de conversar muito mais. Mas preciso dormir, amanhã tenho que levantar x horas, me ajude a acordar em tal hora, me dê um ótimo descanso, e que amanhã possa cumprir Sua vontade. Mas olha, vamos combinar no "dia tal" e na "noite tal", dedicarei inteiramente para conversar com você, nem vou comer, mas sim apenas eu e você; vamos por o papo em dia. Que tal irmos caminhar a sós, eu e você, no deserto por alguns dias?"

E quando você comete um pecado. Ou seja, Jesus falou para você fazer uma coisa e você fez outra. Você diz: "Jesus, perdoe-me, você falou para eu fazer isso, mas eu fiz isso. Mas estou arrependindo. Será uma honra ter que encarar as consequencias do que eu fiz. E se for necessário, da próxima vez, me avise 2x, 3x, puxa minha orelha; de modo que me faça lembrar de Suas palavras, para eu não pecar contra Ti. Obrigado, e louvado seja Seu nome por me perdoar."

Isso é viver pela fé. Jesus é o que vive. Você não vive. O seu "eu" se perdeu no meio de Jesus. É a comunhão 100% do tempo, todos os instantes, todos os seguntos, todos os minutos, todas as horas, todos os dias, todas as semanas, todos os meses, todos os anos, todos os séculos, e, por toda eternidade.

Sábado, você não vai na igreja em busca de "comunhão com Deus", isso você já tem todos os dias é a "essência" do seu dia-dia - "a oração é a respiração da alma". Você vai ali, para ADORAR, CULTUAR, VENERAR esse Jesus o qual você e muitos outros conhecem e passaram na companhia durante todos os dias. Ao mesmo tempo, naturalmente, aprensentará Jesus para aqueles que não O conhecem. E quando alguem conhece Jesus, não dá para ser o mesmo.

Qual o problema então? Oh fontes rocas. Até quando existirão? E como é lamentável dizer que é díficil conhecer pessoas que realmente vivem pela fé.

Mas espero que essa messangem possa, pelo menos, lhe abrir a mente a compreender o que é caminhar com Jesus. Ser um autêntico cristão não é viver com Jesus, mas sim, Jesus viver, e somente Jesus. Pelo que viva pela fé. E, sobretudo, que o tema dessa fé seja Jesus Cristo.

"Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé."
Romanos 1:16 e 17

2 comentários:

Mary Christie - A Sulista disse...

Evandro, sou espírita kardecista (isso é, tbm sou cristã) e católica, gostei de sua explanação. Eu como escritora amadora faria um bem diferente, pois certas coisas referentes a religião tem me desapontado e muito, tanto que nunca fui de frequentar igreja e já devem fazer uns 5 anos que não vou a uma igreja/centro espírita.

Realmente tá cheio de 'cristão' gritando ai aos quatro cantos que 'Jesus te Ama e eu também', 'irmão', mais é o que eu penso, será que é tudo isso mesmo? . Vejo por exemplo o povo africano, a miséria pela qual vivem, e penso, pq as pessoas não esquecem um pouco esse papo de que está religião presta mais que outra e se unissem a favor da humanidade? . Imagine que lindo seria todas as religiões, doutrinas, dogmas e filosofias se reunirem e bolarem arrecadações de alimento e remédios para mandar para a África? . Para fazermos campanhas em favelas, periferias? . Em escolas, creches, asilos, orfanatos? . Isso sim é o que tu disse, viver com Jesus, ao lado dele, eu não preciso ir na Igreja para sentir a presença dele (eu não sei mto de Bíblia pq não há estudei, mais há uma parte referente onde ele diz que ele está em todos os lugares, até numa pedra poderiamos sentir sua presença), sinto sua presença quando acordo e sei que ainda vivo, quando saio e vejo as árvores, o mar, sou daquele velho papo 'conviver em harmonia com a natureza', pois é através dela que sinto a presença dele e do que é capaz.

E o que me revolta é essa cobrança da igreja em termos que frequenta-la, tanto é a cobrança que muitos jovens hoje nem a frequentam, pois quando resolvem ir são taxados de deliguentes, pecadores. Já vi um pastor evangélico falar, e acho o jeito deles falar muito apelativo, simplesmente começam a falar algo, então vão aumentando a voz e começando a apontar para as pessoas com a mão, (o dia que eu vi ele estava chamando nós humanos de pecadores) e apontando, e foi aumentando a voz, só então eu entendi o porque do fanatismo de algumas pessoas, estão ali, sendo julgadas sem o direito de resposta.

Tá certo que todo humano é pecador, não existe ser humano 'puro', isso é ilusão e historinha pra boi dormir. Agora creio que devemos ter respeito ao próximo, estarmos sempre ajudando no que puder, estarmos em harmonia entre nossos 'irmãos', isso sim é fé, é viver em Cristo, ou seja lá qual for qualquer religião, dogma, doutrinha, filosofia.

Desculpe-me por escrever tanto, eu sempre sou assim, começo a escrever e quando vejo tá um texto.

Abraços!
Mary

Servo de Deus disse...

Amado irmão, que a paz e o fruto do Espírito Santo esteja com você todos os dias de sua vida e te sustente nas aflições...
Alegra-te, pois assim como no tempo de Elias, existem pessoas assim! Alegra-te pois a redenção se aproxima!