13 agosto 2006

Você! Pare de ficar ai parado. Mude o Brasil!

Te convoco agora a abrir sua mente, esquecer dos seus preconceitos, do que você "ACHA", e ler de forma interativa com esse texto, entendê-lo, e então, tomar a sua decisão (feita a conclusão do texto).

Tema: Educação

Você acreditando ou não, o sistema educacional no Brasil é HORRÍVEL, terrível, um caos. Acredite.
Não é porque seu filho vai na escola, que ele sabe escrever algumas palavras que fazem sentido. Ou fazer algumas contas, sabe o nome de alguns paises. Passou em algum vestibular por ai. Ou está estudando numa faculdade qualquer, que fica em cima da padaria. Ou porque fez um curso técnico etc. E agora trabalha e ganha lá seus 700, quando muito, 1200 reais.
Acredite, a educação do sistema brasileiro é algo MORIBUNDO.

Objetivo: Levar a uma reflexão para entender a causa desse caos educacional e social, e como solucionar.

Primeiro, como é o modelo educacional agora?
Um monte de professor despreparado, que ganha ESMOLAS, para ir a frente de uma sala com alguns alunos, escrever algumas palavras na lousa, falar algumas coisas, aplicar algumas provas. E pronto. Que avance para a próxima série.

Por que é assim?
Tem dois motivos principais:
1 - Imposição da ONU.
A ONU deu uma espécie de ULTIMATO ao Brasil, para melhorar sua crise educacional onde havia uma altissima taxa de analfabetos. E então o Brasil, ao invés de fazer algo BEM FEITO, direito, não. Opta pelo "jeitinho brasileiro". E então, faz essas porcarias, para assim, enviar dados para ONU dizendo que diminui bastante a taxa de analfabetos, mais pessoas chegaram na faculdade, terminaram Ensino Médio etc.
Uma das conseqüências disso, é a aberração dos famosos "supletivos", algo totalmente IRRACIONAL, no modelo atual.

2 - Interesses Políticos
O Brasil é mandado com muita coisa injusta. E com isso, o povo (a população) iria COBRAR, retirá-los do poder etc. Porque não seriam enganados. E também teria alta capacidade de raciocinio e tecnologias. Assim as empresas no Brasil não seriam de fins "produtivos", mas tecnológicos. E então teria que mudar todo o sistema e ABUSOS das multinacionais.
E para que isso NÃO OCORRA, os dirigentes mantem a população BURRA, ignorantes. Porque ai é fácil fácil mandar neles, enganá-los etc. Basta uma novela das 8, um futebolzinho na TV aberta, e pão frances barato que todos já estão de bem.

Ideal, como deve ser
Hoje, ouço comentários de estudantes, alguns de quinta série que já mostram o cenário da educação: "Você é nerds." Ou seja, inventaram um atributo para aqueles que gostam de apreender. E por que a maioria não gosta de aprender? Porque não aprendem a aplicar na vida, e as aulas, professores, etc. são uma tremenda balburdia!

A educação por princípio e base deve servir para ENRIQUECER a vida das pessoas, prepará-las melhor para as atividades do dia-dia. Ou seja, a usar o que aprendem no dia-dia, não importa se tem 10 anos ou está terminando o PhD. Mas o sistema ensina um monte de coisas de forma VAGA que os (alunos) faz pensar: "Para que serve isso? Para que vou usar isso na minha vida?"
Então eles voltam para casa desanimados porque têm uma pilha de tarefas para realizar, e assim não terão tempo para "estudar a vida", através de brincadeiras com os amigos, brincando de caçar tatu bola, cavando na terra, montando casas na árvore etc.
E assim crescem débeis. Sem perspectiva de vida, anda além de ganhar dinheiro para poder sobreviver e usufruir dos prazer que o dinheiro dispõe. Ou seja, elas ficam TOLAS. E as consequencias são: cadeias superlotadas, corrupção até na política, pessoas afastadas de Deus, egoismo, casas noturnas etc.

Tudo contraditório com os ensinos da Bíblia, onde diz: "Que o entretenimento para os sábios é adquirir sabedoria."

O ensino tem que ter um método de ensino que leve a inspirar a vida dos alunos a gostar do que aprende, e a querer aprender a mais. A ver que aprender, fazer contas de matemática, estudar sobre a Rev. Francesa, Citologia é tão bom, ou mais, quanto é uma pelada de futebol num domingo de tarde.
Culpa dos alunos? De modo algum. Os professores tem uma parte da culpa. Porém, estes não são motivados por causa do misero salário que recebem para exercer, talvez, a mais importante de todas as funções no mercado de trabalho. Porém, um professor, que é filho de Deus, sem motivos egoístas, independente do que ganhasse trataria de dar o melhor ensino possível aos alunos (e exemplos não faltam). Veja a história de George Washington Caver.

Como conseguir isso?
Através de uma revolução no sistema de ensino. Onde fosse deixado de ser obrigado seguir um sistema exclusivo de ensino, que objetiva apenas o vestibular da fuvest. Ou seja, em muitos colégios, o aluno estuda e aprende de tal modo, que apenas irá lhe servir para conseguir fazer o maior numero de pontos possíveis nas 5 horas de prova na tarde de domingo da Fuvest.

E sim, passar a focalizar a educação pra vida. A aplicar tudo aquilo que aprende em sala de aula na vida. Ou seja, na própria aula é ensinado isso. Como também a ligação das coisas. Como principalmente com a História. Interligar as matérias. De tal modo que ligassem tudo.
É um erro pensar que alguns são gênios nas exatas e burros nas humanas. Isso na verdade é algo anormal, débil. Deve haver um equilibrio. Apenas quando todas as faculdades mentais, do conhecimento, estão bem desenvolvidos, é que então UMA delas irá se sobre-sair, e assim irá destacar-se o talento da pessoa. Isso evitaria essa crise de identidade hoje a qual leva muitos a consultórios especialistas em "testes vocacionais".

Na área das ciências, exatas, seria a maior revolução. A criança chegaria em casa, e nem iria querer perder tempo em ver o Dragon Ball na TV, ou pica-pau, Rebeldes... e sim, e ir montar o seu próprio laboratório. Ou uma coleção de folhas de plantas. E iria pedir um kit de laboratório e instrumentos diversificados de Natal, ao invés da Barbie, ou do bonequinho que fala "Ao infinito e além".

Para isso, é preciso acabar com essa PALHAÇADA nos cursos de Licenciatura. Onde deveriam formar professores realmente de verdade. Na qual seja insoburdinável. Não é pagando que se consiga o diploma. E também não para formar professores robos. Mas professores especializados em dar aula, tanto na didática, a liderar uma sala de aula, envolver a matéria ensinada, aplicá-la a vida, as outras disciplinas etc.

Melhorar o status dos professores
É um absurdo quando vemos dados do tipo: O governo federal gasta 4 vezes mais com a manutenção de presídios do que com a educação. (isso fora, com a polícia e variantes do crime).

Ou seja, para o governo é mais importante cuidar de ladrão do que de professor. Gasta-se mais com ladrão do que educador! Isso talvez seja uma das coisas mais repugnantes para mim, da forma mais ESTUPIDA, BURRA, injusta possível.

O baixo salário dos professores no ensino básico desmotiva muitos a seguir essa carreira. Faz com que logo optem por outro curso. Ou um mestrado ou doutorado já para trabalhar em ramos diferentes. Ou em dar aula numa faculdade que se paga um pouco melhor.

TEM QUE MELHORAR O SALÁRIO DO PROFESSOR SIM. E torná-lo tão importante, como é considerado um médico ou advogado hoje. Pois é pelo educador que se passa todos esses que são advogados e médicos hoje. É um absurdo rebaixar esses, injustamente, como é hoje, aqui no Brasil, como sendo o PIOR e menos RENUMERADO trabalho de graduados.

E quando digo melhorar é melhorar menos. Não é AUMENTO. É REVOLUÇÃO. MUDANÇA. Hoje, um professor ganha em média, numa escola pública em torno de 5 reais a aula.
Ou seja, se ele der 10 aulas por dia.
10x5 = 50 reais por dia.
em uma semana = 250 reias
em um mês = pouco mais de 1000 reais.

Fora, que no Brasil existe feriado para tudo. Se for ver mesmo os dias que um professor da aula. Acho que não dão nem 8 meses. Sendo que fins de semana não contam.

Para haver mudança, esse número 1000, deveria mudar, no minimo, para uma BASE de 6000 e olha lá.

E da onde tiraria esse dinheiro?
Ora! Quando o governo precisa de algo mais, logo inventa um imposto novo, ou aumenta os impostos. Agora, quando o fim é educação, então ai não pode. Não sou a favor de aumentar a carga tributária (aliás, já um verdadeiro assalto).
Mas de uma melhor, racional, sábia, prudente distribuição de renda. Simplesmente começando a parar de gastar tanto com bandido.
Uma das coisas que menos me conformo é que quando os bandidos fazem rebeliões nas cadeias, e destroem tudo. Depois lá vai o estado reformar o presidio. Bem, se destruiu, então vai dormir no chão, cagar no chão, e ficar numa situação ainda mais incomoda. É uma palhaçada isso! É uma criancice sem tamanho. Deixa eles no incomodo mesmo. Deixa eles uns dias sem comer, sem água para banho e beber. E tenho a plena certeza que vão pensar 10x antes de fazer a próxima rebelião. A impunidade apenas MOTIVA ao crime e essas crises. E a falta de educação, apenas irá aumentar o número de pessoas na fila de espera por uma vaga na Febem.

Simplesmente muda. Ao invés de gastar 4 / 1 para ladrão e professor, respectivamente, muda-se para o inverso. 4x mais com educação do que para ladrão. Apenas com essa medida, em duas gerações, a mudança seria simplesmente ABSURDA, nos dados. E diminuiria bem menos a quantidade de cadeias, aliás, qual é expectativa de vida para um ladrão? Eles estão jogando bola na prisão um cavala o outro, e então logo começa uma briga e se esquartejam.

Mudanças econômicas
Com um melhor nível educacional. O Brasil deixaria de ser exportador de produtos, de produção. De multinacionais que vem produzir seu carro aqui, para vender barato lá fora. Mas o pais passaria a desenvolver a sua tecnologia, e a vender tecnologia. Mudaria muito mesmo, o nível cultural (que é marcado por um povo sem caráter, ver Macunaíma). Mudaria as rotas políticas e econômicas. E a própria visão dos investidores, pois se tem algo que um investidor adora investir, é em tecnlogia, produção cientifica, com uma boa BASE. A politica mudaria. Diminuiria também os fins economicos.
O Brasil começaria a "pensar", e assim a andar em rumo ao progresso. E assim fazer honra a bandeira na qual diz "ordem e progresso". Pois hoje o que vemos?
- desordem
- nenhum progresso

O que desenvolve um pais não é fazendo caminhões, nem pegout 206. E sim, TECNOLOGIA. Não é produzindo placas de computadores da MSI, mas sim fazendo as suas próprias e competitivas placas de videos.

Outra coisa que teria que parar é essa cultura "pró-carne". E parar de fazer tanto desmatamento para áreas de pastagem para bois. Se você não sabe, o que mais desmata não são madereiras, tais, não desprezíveis comparadas a agropecuária e ao sistema de agricultura de exportação.

Como fazer isso acontecer?
Tudo começa com o seu direito, melhor, o nosso direito, quase que utópico, que é de apertar a tecla "CONFIRMA" no dia da eleição. Esse que é um direito que temos por vivermos numa virtual e teórica democracia inexistente.
E não é votando no amigo do patrão, no vizinho, ou no seu Zé do bairro, que entende menos de História e de educação do que essas palermas que roubam dinheiro do povo.
Mas sim votando em pessoas capacitadas, que assim de tudo tenham caráter, sejam temperantes, equilibradas, não sejam glutões, nem beberrões (como colocar alguém que nem sabe controlar seus apetites, e tem desequilibrio mental, para governar um pais?). Nem pelos status que ele tem, titulos etc.
Busque informar-se da vida daquela pessoa, conhecer seus familiares, comunidades. O que fez na vida, a analisar profundamente seu caráter, propostas e intuitos. E que tenham verdadeiras propostas de mudança de fazer aquilo que realmente deve-se fazer para o progreço desse país.
Não vá se empolgar, motivar com belas propagandas politicas, cartões bonitas, ou cartas em mala direta com belas palavras. Nem com aquela músicas, bandeiras balançando nos comerciais de TV, nem o povo lá abraçando e chorando. Isso tudo não passa de mero sensacionalismo e emotivismo. Não é assim!
Pois se então você eleger um desses zé manés, então depois não tem do que reclamar! Talvez, seria justo até prender você, se depois você reclamasse. Aliás, você elegeu ele.

Então, vá verificar isso. Este é o primeiro passo.

A minha sugestão, não estou fazendo propaganda, pois você deve analisar racionalmente seus candidatos. No que eu verifiquei até agora, escolho Cristovam Ricardo Buarque para presidente, porque ele é professor, e tem por principal proposta de governo, essa revolução no sistema educacional. E esta é a base da mudança. Se muda pela educação. Não adianta depois remendar as pessoas mal feitas. Ele já foi reitor por tantos anos da UnB. E não é porque eu faço licenciatura porque me preocupo com isso, também. Mas porque, analisando racionalmente, tal é a MAIOR carência do Brasil.

Pois com a população bem informada, instruída, educada então passa a vim os beneficios. O resto é apenas conseqüência.

Como diz EGW: "Quão horrível são as trevas da ignorância"

E no caso de não ter um candidato?
Ora se nenhum candidato, racionalmente, merece seu voto. Então vote em branco. Não vote por votar, mas por consciência. Sabe o que acontece se alguém é eleito sem apoio popular? Ele cai. Ninguém governa sem apoio.

Votei, foi eleito e não fez o que prometeu. O que faço?
Assombre a vida da pessoa. Não o deixe em paz. Não seja uma pedra no sapato, mas uma infecção de canal no dente. Não o deixe dormir em paz, deixe a consciência dele tão pesada ao ponto dele não conseguir dormir enquanto não resolver.
E para isso, é verificar o que ele tem feito. Promova grupo de pessoas. Mas não vai ficar nessa bobeira, de preguiçoso e tolos de fazer GREVE, isso só piora. Quem se prejudica é você. Mas faça a sua parte. Ajunte pessoas e vá na mídia falar. Abra um Boletim de Ocorrência (BO), isso mesmo. Vá no TSE, vá reclamar e buscar seus direitos. Depredar prédios é fácil, e um vagabundo qualquer de rua faz isso. Agora fazer o que deve mesmo fazer, meter as caras...

Vá na mídia. Abra sites blogs. Publique. Várias pessoas irão te apoiar. Peça a intervenção da policia federal. E acredite, existem pessoas que sabem atormentar a vida de politico a tal ponto que eles não desejariam ter nascido.

Promova baixo assinados. Sabia que existe uma lei no Brasil. Que se você conseguir 3 milhões de assinaturas, para uma lei, decreto, emenda etc. O Congresso é obrigado a legislar? É verdade. Então, se for de último caso. Faça lá um baixo assinado pedindo que tal politico, seja preso, perca seus bens, então que trabalhar como guari nos fins de semana etc. Com as 3 milhoes de assinatura, a coisa vira Lei.
Como conseguir? Fácil. Nas universidades sempre tem grupos, que coleriam essas assinaturas, e por ai vai. Ainda mais no Brasil, onde existem lugares conurbados, assim não é preciso ficar indo de sitio em sitio buscando 3 ou 4 assinaturas.

E outra. Com isso haveria PUNIÇÃO. E com a punição, os politicos iram pensar 10x antes de fazer algo. E suar frio, tremer, abrir a carteira e ver a foto da familia antes de tomar alguma decisão errada.

...........

É isto. Faça a sua cidadania. E lute pela educação. Pois com isso. Você depois não terá que lutar por remédios. Nem por emprego. Nem por etc. Tudo começa na educação.

POrém, com a educação não é do dia para noite que se resolve. A geração PERDIDA de hoje, e já os novos, teriam que passar. E sim, a geração "predestinada" é que faria a diferença. Projeto a longo prazo, mas que resolve. Isso é algo racional.

3 comentários:

Ana Lígia disse...

Caraaa! que lindo! Todo mundo tinha que ler isto aqui, vou espalhar prá quem eu puder.

Evandro disse...

glória ao Senhor!

Bells disse...

Gostei do texto... a escola onde eu trabalho tem um jornal semestral distribuido para os pais e alunos.
Dando os devidos créditos, posso sugerir seu texto?
Meu e-mail é bellsmotta@hotmail.com.
Por favor...