18 julho 2006

Mudando o Mundo

Já parou para pensar naquele verso da Bíblia: "A boca fala do que o coração está cheio." ?

Bem, acredito que pode-se fazer uma paradoxo com tal, formando a proposição:
"O mundo vive do que a mídia está cheia."

Claro que 'mundo' está no sentido generalizado - existe os que não participam. Mas é certo, que principalmente no "mundo ocidental", isso vale para a grande maioria. Como no Brasil, ou no EUA, ou no Japão.
As pessoas estão vendo a mídia como o "ídolo", o modelo a ser copiado. Algumas vezes isso chega a tal ponto, que alguns expectadores de desenhos, chegam a se vestir, maquiar, cortar o cabelo (às vezes, até cirurgia plástica), para que sejam semelhantes a tal personagem animado. Ou, às vezes, tentam se assemelhar com um ídolo da TV. Um exemplo, os tais dos "EMO's", onde as personagens de animes e Rebeldes são os preferidos.

A mídia tem muita responsabilidade por muitas pessoas repugnarem Jesus, e a Bíblia. Pois tais pouco são apresentados na mídia, e quando são, é de forma deturpada ou rídicula. Mas há um detalhe interessante publicado lá no blog do Michelson:


Supercoincidência?


"Há um pouco da história de Moisés na origem do Super-Homem – os pais que mandam seu filho rio abaixo para cumprir seu destino. Há uma alegoria cristã bastante forte, ao mesmo tempo, particularmente em nosso filme, que trata de salvadores e sacrifícios. Eu estava bem consciente disso" (Bryan Singer, diretor de Superman - O Retorno. O filme estréia no Brasil na próxima semana).

"A única razão pela qual uma figura salvadora como o Super-Homem toca tão profundamente as pessoas é que a imagem de alguém que veio para salvar a humanidade já está gravada em nós desde sempre. É Jesus Cristo, quer as pessoas o chamem assim e percebam que estão falando dele ou não" (Stephen Skelton, autor do livro The Gospel According to the World's Greatest Superhero).
...........................
Publicado por Michelson Borges, no blog Michelson Borges

Com isso podemos perceber que se a mídia investisse mais em Jesus, a mostrar mais "heróis de bom carater, com poderes incriveis e sempre lutando para o bem", certamente a sociedade mudaria consideravelmente.

Por exemplo: Hoje temos a famosa Bíblia falada por Sid Moreira, imagine se ela fosse ilustrada como que em um filme. E esses filmes fossem passados no lugar das novelas da rede Globo. Ou então, um programa onde é mostrado biografias de pessoas como Ben Carson, Gandhi, Paul Rusesabagina... fosse passado no lugar de Rebeldes no SBT.

Já pensou como mudaria consideravelmente a sociedade?

Alguns pensariam que isso seria bobeira. Mas o que é bobeira? Bons exemplos de carater, pessoas integras, heróis, ações que refletem verdadeiro amor, boas atitudes, respeito e amor ao próximo. Isso é bobeira?

E já assassinatos, violência, briga toda hora (veja os desenhos mais badalados), traição, infidelidade, maus exemplos?

Bem, percebe-se que a sociedade bitolou-se tanto em ver o mal, o lado sombrio, as trevas. Que já não consegue ver a luz. Tal ofusca tanto, que eles fogem e a desprezam. Ou seja, para haver essa mudança, vai haver batalha. Como toda mudança, iria incomodar muito de inicio. É dificil mudar o caráter, os hábitos, os gostos. E a menos que não se trave esta luta com determinação e o poder concedido por Deus, resumo o mundo a frase bem maquiveista do meu pai: "Não tem mais solução. As pessoas são ruins e vai ser sempre assim."

1 comentários:

Tatiana Almeida disse...

Nossa eu gostei muito do seu Blog,sou leitora fiel do Blog do Michelson e é muito bacana as coisas que ele escreve.
Achei vc por lá...estou também incorformada com tudo que vem acontecendo em nossa era,não vejo a hora de tudo acabar logo,tá mal o negócio.